O dom de curar

Eu sou um apaixonado pela vida!
Mesmo quando ela tem seus viés de sofrimento, de incompreensão, de lutas…
Depende de como eu a vejo e como aprendo a respeitá-la… depende exclusivamente de mim.
É facil você procurar à sua volta as mazelas da vida moderna, o sofrimento do povo… difícil é você se compadecer disso e procurar fazer algo para mudar a realidade sua e de outros.
Mas ainda há esperança… eu acredito de que as pessoas possam se reunir em comunidade e assim usar seus dons para um fim comum. Tocar vidas!
Dias atrás eu recebi um desses inúmeros spams com mensagens positivas, algumas de cunho religioso, mas enfim… uma delas me chamou a atenção. Não tinha um texto muito longo, mas as imagens falavam por si.
Então resolvi compartilhar com você, mesmo que você já as tenha visto.
Deixe sua impressão e opinião a respeito.
Soli Deo Gloria!!!
O dom de curar nem sempre está apenas em medicamentos ou cirurgias.
Pode estar, literalmente, nas mãos de um artista, mesmo que esta arte não seja exposta em galerias famosas.
Nesse caso, a cura foi a devolução da auto-estima para uma garotinha.

O que é maravilhoso!
Confira as fotos.

‘A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está
no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta
que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade’. Carlos Drummond de Andrade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: